h1

5 anos de youtube

Maio 17, 2010

O youtube comemora 5 anos de vida, existência que não podemos negar mudou um pouco o nosso mundo. Em jeito de homenagem para esta data, temos por exemplo a lista feita por Conan O’brien dos seus vídeos favoritos que pode ser vista aqui.

Todos eles são hilariantes, mas achei especialmente piada em ver na lista esse clássico que é o Leroy Jenkins, que mesmo depois de várias visualizações e mesmo tendo noção que é completamente fabricado, nunca deixa de ter piada (bem, pelo menos para quem conhece o jogo). Também, não é por acaso que se tornou rapidamente parte da sempre em movimento pop culture, com direito a  referências em coisas tão nada a ver, como por exemplo episódios de How I Met Your Mother e a ter mesmo levado à criação de um achievment e um titulo em sua homenagem no próprio World of Warcraft.

Por falar nisso, já é hora de voltar outra vez ao encontro daqueles whelps chatinhos e conseguir com o meu mais recente nível 80, o belo titulo de Leroy 🙂

Anúncios
h1

Scott Pilgrim vs The World

Abril 12, 2010

]

Aqui está finalmente o trailer do filme do Scott Pilgrim, continuo a achar que o Michael Cera não foi lá grande escolha de casting, mas tendo em conta o cheirinho que mostraram e que o realizador foi o mesmo responsável pelo awesome Shaun of the Dead, só me resta esperar boas coisas deste filme e uma adaptação dos livros de encher as medidas!

h1

Disney de volta ao 2D?

Fevereiro 13, 2010

Já não era sem tempo que a Disney voltava ás suas raizes e lançava no cinema um novo filme em animação tradicional. Nunca percebi porque é que especialmente nos Estados Unidos animação passou a ser sinónimo de filmes em SGI, os clássicos da Disney nunca passaram de moda e sinceramente há muita coisa que simplesmente não resulta em 3D.  Basta ver como os momentos musicais são muito menos emblemáticos, algo que dantes resultava e era inclusivamente característico dos filmes de animação da Disney. Na minha opinião, o 2D capta muito melhor as expressões e dá normalmente um tom mais humano aos personagens, com movimentos mais fluidos e naturais, já para não falar no uso de diferentes designs de personagens que podem dar sempre uma estética diferente ao filme. Será que obras como a Bela Adormecida com o seu visual inspirado nos traços medievais, ou Hercules na arte grega clássica, ou simplesmente a cena inicial da Bela e o Monstro explicada em vitrais, resultariam tão bem em 3D? Sinceramente não acredito.

Talvez seja por isso que nos filmes de animação em 3D  se opta muito mais por histórias de animais, porque parece ser o que realmente resulta melhor, já que com humanos ou parecem bonecos saidos daqueles filmes horriveis em 3D da Barbie, ou são mais caricaturados, o que parece ser o que realmente funciona de forma melhor. No entanto, será que são necessários assim tantos filmes do género, o castor que queria ser informático ou a baleia que pensava que era foca?

Obviamente que há filmes fabulosos em 3D, e também não acho que estes devam deixar de ser feitos. Filmes como ratatouille, Wall-E, Up, 9 ou Toy Story, são fabulosos, possuem realmente história e um cuidado adicional com as personagens, cenários e de interpretação de vozes, sendo que inclusivamente são obras que devem ser claramente em 3D, já que é a técnica ideal para dar cor ao mundo em que se inserem.

No entanto já faziam falta filmes que recriassem a magia o tratamento de personagens e a expressão que só o 2D muitas vezes consegue dar, sendo que os únicos que neste momento cumpriam esta função eram mesmo os lançados a Oriente, especialmente no Japão onde o 2D é a ferramenta de preferência, inclusivamente em jogos de computador. Estúdios como a Ghibli, outrora chamada de Disney do Japão, acabavam por fazer mais este papel de momento do que a própria, lançando filmes maravilhosos, com mensagem, personagens especiais e aliando inclusivamente de forma inteligente o 3D, à técnica mais artesanal de desenho manual.

É curioso, como tiveram de ser antigos responsáveis pela Pixar, agora na direcção da Disney, que tomaram a decisão de fazer retornar a animação tradicional, com este novo The Princess and the Frog, que tem tido excelentes criticas. A ideia para já é lançar uma animação em 2D a cada 2 anos, o que esperemos que se cumpra, já que filmes como Bolt e Rapunzel eram originalmente para ser lançados em 2D e acabaram por ser em SGI. No entanto a próxima obra lançada no estilo de animação original, será a adaptação do conto de Hans Christian Andersen, The Snow Queen, que me parece ter potencialidade para dar origem a uma história ainda mais interessante e desafiante que este último filme.

h1

Hum…nova década

Fevereiro 10, 2010

Ultimamente a  paciência para escrever qualquer coisa por aqui tem sido tão pouca, que só mesmo hoje é que me resolvi a escrever finalmente o primeiro post do ano…

Pois bem, estamos já em 2010… onde estão os carros voadores, viagens turísticas a Marte e as colónias na lua?

O máximo que nos conseguimos aproximar da teletransportação foi isto

Humf…que desilusão.

h1

Season 4 finale

Dezembro 15, 2009

OMG! O final da temporada de Dexter deixou-me completamente sem fala. Mal posso acreditar que devo ter de esperar um ano, para saber o que vão fazer na próxima temporada depois de um final daqueles! o_O

Já agora tem piada ver os comentários do Michael C. Hall com o John Lithgow, sobre o final da temporada aqui e aqui, mas só msm para quem já viu o episódio, porque é praticamente só spoilers.

h1

Prodigy no Pavilhão Atlântico

Dezembro 7, 2009

Pronto, não resisti! Mais logo lá vou estar eu no parque das nações para os ver outra vez

h1

The Doctor!

Dezembro 7, 2009

Ahahahah muito bom!

Ai como eu vou ter saudades do David Tennant como The Doctor, especialmente depois de uma temporada tão genial como foi a última 😦

Bem, pelo menos ainda falta um especial antes da mudança que vai ser a próxima temporada, que estreia em 2010.